Ministério da Educação afirma que está apurando problema. Falha abre possibilidade de participantes alterarem dados dos concorrentes e terem acesso a informações pessoais, como e-mail e telefone.

Candidatos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2019 afirmaram em redes sociais que, ao tentarem se inscrever no site do programa, entraram acidentalmente em perfis de outros estudantes. Mesmo digitando o número de inscrição e a senha corretos, foram levados a páginas de participantes desconhecidos.

Diante das reclamações, o Ministério da Educação (MEC) afirmou, no fim da quarta-feira (23), que a "área técnica apurou os casos apresentados com o objetivo de garantir a segurança dos candidatos ao Sisu". No entanto, as reclamações no Twitter continuaram durante a manhã desta quinta (24).

A falha abre a possibilidade de participantes conseguirem alterar a inscrição dos concorrentes – além de expor dados pessoais deles.

Thays Santos, de 20 anos, conta ter enfrentado o problema. "Acordei cedo pra conseguir entrar no Sisu, já que o sistema deles está ruim devido ao grande número de acessos simultâneos. Quando coloquei meus dados acabei por entrar na conta de outra pessoa, chamada 'Hélio'", relata ela. "Tinha e-mail e telefone dele."