Augusto Heleno, chamou de “desagradável” a prisão do militar brasileiro

 

Acompanhando o presidente Jair Bolsonaro na viagem ao Japão, para participar do G20, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência, general Augusto Heleno, lamentou a "falta de sorte" em conversa com jornalistas nesta quinta-feira (27 de junho).

Ele se refere ao fato de um sargento da Força Aérea Brasileira (FAB) ter sido preso, às vésperas da cúpula internacional que reúne as 20 maiores economias do mundo, em Osaka, no Japão, sob a acusação de transportar 39 quilos de cocaína dentro de um avião da equipe que dá suporte à comitiva do presidente da República.

"Podia não ter acontecido, né? Falta de sorte ter acontecido justamente na hora de um evento mundial. Acaba tendo uma repercussão mundial que poderia não ter tido. Foi um fato muito desagradável", disse Heleno, na frente do hotel onde está hospedado, em Osaka.

Quem está no ar

Quem está Online

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online

Siga-nos

Instagram

Rede Sociais